Pediatras...

Esta semana fomos a uma pediatra homeopata para ver se ela nos receitava uma homeopatia para o refluxo.A experiência me fez pensar no cuidado que devemos ter quando escolhemos alguém para cuidar da saúde ou do dia a dia dos nossos filhos!

Ao chegar, ela olhou pro meu filho (que é alto e magro) e disse: "Mas ele é muito mais miudinho que os outros miudinhos!" E eu disse a ela que o pediatra dele estava acompanhando sua curva de crescimento e que ele estava sempre crescente. Ele inclusive disse que não se pode comparar uma criança com outra, só com ela mesma, ou seja, cada criança tem toda uma história, de desenvolvimento, de crescimento físico e de como vai andando sua adaptação às novidades da vida. É leviano uma médica dizer qualquer coisa de uma criança sem conhecer sua história! O mais engraçado é que fui com uma amiga e seu bebê e entramos separadas. A médica teve a capacidade de dizer a mesma coisa pra mim e pra minha amiga, que temos bebês bem diferentes! Ela disse que os dois estavam com fome!!!!! O bebê da minha amiga tem 4 meses, está somente mamando no peito, o meu tem 6 meses e já tem uma rotininha de mamar no peito de 3 em 3h e entre as mamadas come papinha de frutas ou salgada ou sucos. Eles têm hábitos diferentes de sono e de alimentação, rotinas diferentes, casas diferentes, são pessoas diferentes!!! Mas o pior foi quando ela foi examinar com estetoscópio meu pequeno simpático, que foi todo sorridente segurar a "mangueirinha" do esteto, ela ARRANCOU a mãozinha dele dali e disse pra mim: "segura ele!". Acho que esqueci de avisar a ela que é um bebê!!! Ele olhou pra mim com uma cara, como quem diz: "Quem é essa pessoa grossa?". Na saída, eu estava com ele no colo, a mochila na cadeira ao lado, aberta, e a pastinha dos documentos dele na mão. Ela levantou, abriu a porta e foi chamar o outro paciente! Só! E eu ali tentando guardar os documentos dele na mochila! Resultado: meu marido disse "Se tu voltar lá, eu te interno!" Hahahahahaha Sério: Um pediatra não precisa ficar brincando com as crianças, mas adentrar a delicadeza do universo do bebê, requer "delicadeza" também! O pediatra do meu filho (que o viu nascer) é sério, sem perder o humor, conversa com o Lucano e o toca, para examinar, com delicadeza. O Lucano sempre sorri de volta pra ele, e adora! Lição: Observem sempre a carinha de seus filhos e a reação que eles têm diante das pessoas, eles são um termômetro fiel sobre se a pessoa está sendo boa com eles!!!!

Posts Recentes