Papinhas!

Já faz 3 meses que o Lucano incluiu na alimentação as papinhas. Um pouco de experiência e dicas da cunhada ajudaram a facilitar a preparação das papinhas diárias. Como não tenho ajudante, tudo que facilite é sempre bom! Então optamos por fazer as papinhas e congelar. A questão é que não dá pra fazer um sabor só para que ele não fique comendo sempre o mesmo sabor e nutrientes por muitos dias, sem variar... Dica 1: Comprei uns potinhos de papinha da Nestlé. Os potinhos são ótimos, de vidro com tampinha. Isso facilita, pois além de lavar os potes com água e sabão e esterilizar com água fervente, tenho a medida certa e sei a quantidade que ele comeu em gramas. Dica 2: No começo, quando saía, tirava a papinha da geladeira, colocava numa sacolinha na mochila e quando ia dar, muitas vezes estava com cheiro de azedo...Ganhei da minha cunhada uma bolsinha térmica compacta (daquelas de latinha de cerveja) ótima para colocar mamadeira e potinhos, assim as papinhas se mantém por mais tempo! (Tem foto no vídeo sobre a bolsa do bebê aqui)

Dica 3: Faço uma lista de todas as verduras e legumes que tenho em casa, depois o Alberto (que é mestre em engenharia de alimentos) seleciona para mim os tipos de alimento, assim:

Abóbora- Beta-caroteno

(cálcio, fósforo e ferro, vitaminas A, C, B1, B2 e B5- fibras)

Abobrinha- apenas complemento

(Rica em água, vitaminas A, C e folato)

Berinjela- apenas complemento

Espinafre- Ferro

(antioxidantes e bioflavonóides, carotenóides, vitamina A e C, folato e potássio)

Beterraba- Vitamina C

(as folhas são mais nutritivas: potássio, cálcio, ferro, beta-caroteno e vitamina C)

Couve-Ferro

(beta-caroteno e vitaminas C e E, ácido fólico, cálcio, e potássio)

Aipim/Mandioca- Carboidrato

(cálcio e fósforo, vitamina C)

Cenoura- Beta-caroteno

(vitamina A, fibras e potássio)

Carne- Proteína

(vitamina B12, ferro e zinco)

Frango- Proteína

Feijão- Ferro

(amido, vitaminas do complexo B, potássio, zinco e outros minerais essenciais, fibra solúvel)

Arroz- Amido

Ao lado do alimento, coloquei a anotação do Alberto. Abaixo, em parênteses, a fonte é do site ABC dos Alimentos, para que vocês possam fazer as suas escolhas e separações)

Depois de selecionadas para equilibrar bem as papinhas, cuidando para não deixar duas proteínas ou amidos em um mesmo tipo de papinha, então cozinho algumas coisas na panela de pressão e as carnes faço com um pouco de cebola, alho e óleo de canola. Dica 4: Depois de cozidas ou passadas no vapor, faço as combinações, as de hoje foram: -Papinha 1: Abóbora, Beterraba, Abobrinha, Frango. -Papinha 2: Abóbora, Berinjela, Couve, Carne. -Papinha 3: Aipim, Cenoura, Beterraba, Frango. -Papinha 4: Aipim, Abóbora, Espinafre, Carne. -Papinha 5: Cenoura, Abobora, Beterraba, Frango. -Papinha 6: Cenoura, Espinafre, Aipim, Carne. Dica 5: Os alimentos mais macios, amassamos no garfo (ficam pequenos pedacinhos para serem mastigados- a partir dos 8 meses), as carnes e as folhas, passo no liquidificador com um pouco da água do cozimento dos demais alimentos. Também podem ser passados no mixer. Dica 6: Separo os potes de vidro, lavados e esterilizados em água fervente (as tampas também! Importante para não azedarem rápido) e encho com as papinhas variadas. Coloco fita crepe com os números das papinhas na tampa para saber qual a combinação e poder intercalar os sabores. Congelo tudo! - Dependendo da quantidade que coloco, rende uns 5 potinhos de cada papinha, ou seja, cozinhei de manhã as papinhas para toda a semana!!! MAIS UM DETALHE: Tenho feito papinha de arroz ou lentilha ou aveia ou com farinha de milho, tipo um mingauzinho, e misturado- com um pouco de sal- na papinha de verduras e legumes na hora de servir, o sabor fica bem melhor e ele tem comido até mais!